Combates na Líbia: Sistema turco de guerra eletrônica “travou” devido ao grande número de ataques inimigos

Durante o ataque MiG-29 e Mirage-2000 às posições das tropas do Governo do Acordo Nacional (PNS) e das forças pró-turcas – a base aérea El-Vatya – três sistemas de mísseis antiaéreos Hawk de médio alcance e sistemas de radar de guerra eletrônico Corall foram destruídos. 
É relatado que o sistema de guerra eletrônica turca “travou” devido ao grande número de combatentes inimigos atacantes.

No início, foi relatado que os MiG-29 voaram para a base. Depois, houve informações sobre o ataque dos caças Mirage-2000. Os jornalistas sugeriram que o MiG-29 e o Mirage-2000 participaram do ataque aéreo, razão pela qual o sistema de guerra eletrônica turca ficou fora de ordem.

Note-se que não se sabe se os sistemas padrão de guerra eletrônica ou o BKO Talisman da produção da Bielorrússia foram usados ​​nos caças MiG-29.

Vale ressaltar que a presença do Mirage 2000 indica envolvimento no ataque aéreo da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos (Força Aérea).

https://www.ferra.ru/news


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=262409

Publicado por em ago 4 2020. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS