Clérigo influente Muqtada al-Sadr critica EUA por interferir nos assuntos internos do Iraque

 

O líder político e clérigo xiita iraquiano Muqtada al-Sadr faz o sermão de Eid al-Fitr durante o feriado muçulmano (Foto por AFP)
O líder político e clérigo xiita iraquiano Muqtada al-Sadr faz o sermão de Eid al-Fitr durante o feriado muçulmano (Foto por AFP)

O influente clérigo xiita iraquiano Muqtada al-Sadr atacou os Estados Unidos por sua interferência nos assuntos internos do Iraque, ameaçando levar milhões de manifestantes às ruas se Washington continuar se intrometendo no país árabe.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, al-Sadr disse que o povo iraquiano quer uma eleição antecipada livre da intervenção dos EUA, pois o país não precisa de países arrogantes e da ajuda de outros.

“Mais uma vez, os EUA provaram que isso interfere nos negócios de outros”, disse ele, observando que o Iraque pertence ao povo do Iraque que pode decidir seu destino democrática e pacificamente.

Ele acrescentou que o Iraque não deseja nenhuma interferência dos EUA ou de qualquer outro país, especialmente se eles quiserem trazer autoridades corruptas e sua autoridade “no pescoço do povo”.

“Os iraquianos não permitirão que Washington transforme seu país em outra Síria”, disse o líder do Movimento Sadrist e da aliança parlamentar de Sairoon.

“Interferência suficiente em nossos assuntos! O Iraque tem um idoso que pode protegê-lo e não precisa da intervenção de você nem de ninguém”, observou al-Sadr.

Ele também alertou que, se Washington repetir sua interferência no país árabe, levaria milhões de manifestantes raivosos para as ruas do Iraque, o que marcará o fim da existência dos EUA.

A declaração de Al-Sadr veio depois que os Estados Unidos pediram às autoridades iraquianas que realizassem pesquisas de opinião pública, à medida que mais pessoas são vítimas de protestos antigovernamentais que Bagdá diz que estão sendo seqüestrados por elementos apoiados pelo exterior.

PressTV-EUA pede votação antecipada, enquanto nova agitação atinge a capital iraquiana

PressTV-EUA pede votação antecipada, enquanto nova agitação atinge a capital iraquiana

Os EUA pediram às autoridades iraquianas que realizem uma eleição rápida e parem de enfrentar distúrbios antigovernamentais à medida que mais pessoas perdem suas vidas devido à violência.

Em comunicado no domingo, a Casa Branca pediu ao governo iraquiano “que interrompa a violência contra manifestantes e cumpra a promessa do presidente [Barham] Salih de aprovar a reforma eleitoral e realizar eleições antecipadas”.

“Os Estados Unidos estão seriamente preocupados com os contínuos ataques contra manifestantes, ativistas cívicos e a mídia, além de restrições ao acesso à Internet no Iraque”, afirmou.

Os EUA apoiam abertamente os manifestantes no Iraque desde que inundaram as ruas pela primeira vez no início de outubro para desabafar sua raiva por corrupção e más condições de vida em um dos países mais ricos do mundo em termos de recursos energéticos.

No entanto, o movimento relativamente pacífico logo se tornou violento quando elementos armados abriram fogo contra policiais e manifestantes e tentaram se infiltrar na Zona Verde, fortemente protegida, na capital Bagdá, que abriga o governo e missões diplomáticas estrangeiras.

presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=261174

Publicado por em nov 12 2019. Arquivado em TÓPICO II. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS