China mostra poderio militar na festa de 70 anos da República Popular

Um grande desfile milita foi realizado em Beijing nesta terça-feira (1º/10) para mostrar os êxitos da China na construção de uma defesa nacional e forças armadas modernas e fortes

Xi Jinping e Forças Armadas
Xi Jinping e Forças Armadas (Foto: Diário do Povo)

Diário do Povo – A parada militar foi um dos pontos altos da comemoração do 70º aniversário da fundação da República Popular da China e foi a primeira apresentação pública geral das forças armadas da China após uma reforma maciça nos últimos anos.

Todos os armamentos apresentados no desfile foram produzidos na China. Ao todo, 40% das armas, incluindo mísseis nucleares estratégicos intercontinentais Dongfeng-41, mísseis convencionais Dongfeng-17, bombardeiros estratégicos de longo alcance H-6N, aviões de caça furtivos J-20 e novos tipos de drones de combate, foram apresentados pela primeira vez.

Cerca de 15 mil oficiais militares e soldados, mais de 160 aviões e 580 sets de equipamentos, apresentados em 15 formações de solo, 32 formações de armamento e 12 esquadrilhas aéreas, foram inspecionados no desfile.

As formações do Exército, Marinha, Forças Aéreas, Forças de Foguete, Forças de Apoio Estratégico e Forças de Apoio Logístico Conjunto do Exército de Libertação Popular (ELP) e das Forças da Polícia Armada do Povo apresentaram-se sucessivamente, mostrando uma impressão completamente nova das forças armadas da China após a reforma e reestruturação abrangente.

“O desfile mostra a capacidade reforçada de combate conjunto”, disse Cheng Junping, um oficial do 77º Batalhão do Exército.

Uma formação composta de acadêmicos militares participou do desfile pela primeira vez. O grupo se destaca por seu elevado nível educacional, já que 71% dos membros possuem diplomas de mestrado ou superiores.

O Exército de Libertação Popular começou com 20 mil soldados na cidade de Nanchang, leste do país, em uma revolta armada em 1º de agosto de 1927, e cresceu para uma força com aproximadamente 2 milhões de membros.

O ELP está dando um salto crucial na nova era, transformando-se de grande em forte, já que a China visa transformá-lo em uma força de nível mundial que obedece ao comando do Partido, que pode lutar e ganhar e que mantém conduta excelente.


Nota da Redação:
Como dizia Luiz Gonzaga, “Respeita Januário!”
Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260948

Publicado por em out 2 2019. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS