China inaugura na África sua primeira base militar no exterior

Instalada em Djibuti, base tem o objetivo de oferecer apoio às tropas chinesas que participam de missões antipirataria, de operações de paz e resgate

China inaugurou oficialmente sua primeira base militar no exterior, em Djibuti, no chifre da ÁfricaO marco simbólico coincide com o 90º aniversário do Exército de Libertação Popular (ELP).

O centro de apoio logístico iniciou suas operações nesta terça-feira, após a chegada dos equipamentos enviados em 12 de julho. Objetivo do local é oferecer apoio às tropas chinesas que participam de missões antipirataria, de operações de paz e resgate no golfo de Aden e na costa da Somáliaregião assolada pela pirataria.

As autoridades inauguraram a instalação com uma cerimônia que contou com a presença de mais de 300 pessoas, entre elas o ministro da Defesa do Djibuti e o subcomandante da marinha chinesa, de acordo com a imprensa estatal da China.
Imagem relacionada

A República do Djibuti está situada ao sul do Mar Vermelho, entre Eritréia, Etiópia e Somália.

Em um discurso no Grande Palácio do Povo em Pequim, a sede do Legislativo, o presidente do país, Xi Jinping, aproveitou para reivindicar o papel das forças armadas e advertir que a China está pronta para lutar contra qualquer invasão estrangeira.

Desde que a China manifestou seu interesse em abrir uma instalação deste tipo no final de 2015, o governo em Pequim insistiu reiteradamente que não se trata de uma expansão militar, mas de uma instalação para atividades internacionais e proteção das vias de comércio marítimo.

O Djibuti já conta com bases militares de EUA, França e Japão, que, entre outros objetivos, servem para dar apoio a embarcações de guerra que escoltam comboios de ajuda humanitária para diversos países da região e monitoram os mares para combater a pirataria.

EFE


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=255899

Publicado por em ago 1 2017. Arquivado em TÓPICO III. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS