China avisa EUA e Coreia do Sul contra provocações no Pacífico

Bombardeiro norte-americano B-1B

A China apelou aos Estados Unidos e à Coreia do Sul para se absterem de agravar as tensões na região do Pacífico.

Após os EUA terem realizado voos sobre a Coreia do Sul, a China chamou todas as partes a se absterem de aumentar a tensão na região, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, na terça-feira. “Eu acho que a posição da China é muito clara. Considerando as circunstâncias, esperamos que todas as partes mostrem comedimento, parem as provocações mútuas e parem de aumentar as tensões na região”, disse ele em uma entrevista coletiva.
Dois bombardeiros norte-americanos B-1 Lancer foram vistos na terça-feira de manhã sobre a Base Aérea de Osan, ao sul de Seul, o que foi considerado uma demonstração de força e solidariedade dos Estados Unidos para com a Coreia do Sul.

Os dois países são aliados contra a ameaça nuclear da Coreia do Norte, que realizou recentemente um teste nuclear. Este quinto teste da Coreia do Norte foi o mais potente realizado pelo país, ele foi registrado pelos serviços de monitoramento e causou um terremoto de média intensidade.

sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=249721

Publicado por em set 13 2016. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS