China acusa EUA de ‘prejudicarem paz’ no estreito de Taiwan com navio armado

Pequim acusou Washington de estar se comportando “perigosamente”, referindo-se à travessia que um navio de guerra americano fez pelo estreito de Taiwan.

“Os movimentos dos EUA interferiram seriamente nos assuntos internos da China, prejudicaram gravemente a paz e a estabilidade no estreito de Taiwan e envenenaram os laços militares sino-americanos”, declarou o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Ren Guoqiang.

Criticando as “ações negativas contínuas” dos EUA em Taiwan, Ren advertiu que as ações americanas eram “extremamente perigosas”.

Previamente, o porta-voz da Marinha americana, Anthony Junco, informou que o navio USS McCampbell, equipado com mísseis de cruzeiro Tomahawk, realizou uma missão rotineira de liberdade de navegação no estreito de Taiwan no dia 25 de março, de acordo com a lei internacional.

O porta-voz acrescentou que a Marinha “continuaria voando, navegando e operando em qualquer lugar que o direito internacional permita”.

O Ministério da Defesa de Taiwan realizou exercícios de grande escala na terça-feira (25) simulando uma resposta a uma invasão simulada da ilha pela China, alegando que os exercícios foram uma “resposta” às repetidas “provocações e ameaças” de Pequim.

Destróier norte-americano USS John S. McCain visto nas águas de Singapura (foto de arquivo)
© REUTERS / AHMAD MASOOD
Destróier norte-americano USS John S. McCain visto nas águas de Singapura (foto de arquivo)

Pequim considera Taiwan parte do seu território, e mantém o direito de um dia reunir a ilha com o continente. Taiwan separou-se da China continental durante a Guerra Civil chinesa em 1949. Os Estados Unidos, o maior país protetor e aliado de Taiwan, têm enviado regularmente navios através do estreito, e têm vendido armas avançadas a Taiwan.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=261747

Publicado por em mar 26 2020. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS