Assad: os EUA têm medo da Revolução Islâmica de 1979 que inspirou o povo iraniano em todo mundo

O presidente sírio, Bashar al-Assad (via AFP)
O presidente sírio, Bashar al-Assad (via AFP)

Presidente da Síria, Bashar al-Assad diz que os Estados Unidos tem medo da Revolução Islâmica de 1979 que inspiram povos do Irã em todo o mundo.

Washington teme que as nações possam seguir o modelo da Revolução Islâmica, disse a O Teerã Foreign Policy Studies Quarterly .

“Antes do início da crise [na Síria], os EUA insistiram contra o eixo de resistência do Irã. Mas nós nunca concordamos em entrar em tal atmosfera “.

Desde a Segunda Guerra Mundial, os EUA só conseguiram criar desafios para o mundo e destruir países, disse Assad.

Epicentro da luta contra o terrorismo

Os norte-americanos, acrescentou, queria que o governo sírio fosse substituído por um estado vassalo, que seria facilmente entregaria o país para o Ocidente.

Teve tal cenário se materializou, os direitos do povo sírio teria sido ignorados e a forma teria sido pavimentada para eventual domínio ocidental sobre a região do Médio Oriente, disse ele.

Ao agradecer o Irã por sua contribuição para a resistência na Síria em face do terror, o chefe  de Estado da Síria também disse que: “Agora, a Síria tornou-se o epicentro da luta contra o terrorismo no mundo. O que está acontecendo na Síria hoje teria impacto mapa político  mundial “.

A República Islâmica  presta apoio consultivo para a defesa da Síria contra a militância estrangeira, que começou em 2011.

Assad também disse que a Turquia é um agente de os EUA e atua como uma ferramenta da política externa americana.

Ele também disse que, ao negociar com os terroristas “não era a coisa certa a fazer”, teria que fazê-lo  falar com os terroristas e ajuda a parar o derramamento de sangue.

Ele também disse que o governo sírio havia concedido anistia total a qualquer um que tenha depor as armas.

presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=250150

Publicado por em out 4 2016. Arquivado em 4. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS