Americas Quartely alerta Moro: pode ser ‘pisoteado’

A revista Americas Quaterly, uma das mais respeitadas publicações sobre política e economia da América Latina, fez um alerta ao juiz Sérgio Moro, sobre o fato dele ter aceitado ser ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro.

O editor-chefe da Americas Quartely e e autor de quatro livros sobre a América do Sul, Brian Winter, lembrou que Moro se inspirou na operação Mãos Limpas, de combate à corrupção na Itália, mas aceitar o cargo tem um alto custo. Com essa atitude, aponta Winter, Moro acaba reescrevendo de forma irrecuperável a história da Lava Jato, decepciona até mesmo muitos de seus apoiadores e dá munição aos críticos que insistem que a investigação era política o tempo todo.

“O registro mostrará que Moro prendeu o principal rival político de Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e apenas meses depois aceitou um emprego no governo de Bolsonaro”, avalia o artigo (ponderando que tribunais superiores acataram a sentença do juiz).

Para Winter, Moro concluiu que os benefícios potenciais de aceitar a posição superam os riscos, mas há muitas questões no meio do caminho, além do legado da Lava Jato. Isso por que Bolsonaro já demonstrou tendências autoritárias, enquanto muitos se preocupam com a possível opressão a adversários políticos e a meios de comunicação.

“Moro prometeu a amigos que usará sua nova posição para defender tanto a democracia quanto a Constituição. Mas a experiência de Donald Trump, o ídolo de Bolsonaro, mostra como os auto-nomeados ‘adultos na sala’, como James Mattis ou H.R. McMaster, podem ser pisoteados e, por fim, ignorados. Não importa quais garantias Moro recebeu, há apenas um presidente”, avalia Winter, que cita que Moro pode se arrepender de ter feito esse movimento.

Infomoney


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=259271

Publicado por em nov 6 2018. Arquivado em TÓPICO III. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS