Americanos fogem do Iraque após atentado terrorista comandado por Trump contra general iraniano

Cidadãos estadunidenses que trabalham para petroleiras internacionais no Iraque estão deixando o país depois que Donald Trump ordenou o assassinato de um general iraniano que era admirado pela população iraquiana por ter sido o principal combatente contra o Estado Islâmico

(Foto: Reuters)

De acordo com informações recentes divulgadas pela Reuters, citando fontes de uma empresa petrolífera, a Embaixada dos EUA em Bagdá a todos os cidadãos estadunidenses que abandonem o país imediatamente, horas depois do assassinato do comandante iraniano Qasem Soleimani, um dos líderes da Guarda Revolucionária do Irã, em resultado do ataque aéreo realizado pelos EUA.

evacuação dos funcionários não afetará as operações, produção ou exportação, segundo os representantes da petrolífera iraquiana.

General iraniano Qasem Soleimani, chefe da unidade Força Quds, foi morto na manhã da sexta-feira em um bombardeio do Aeroporto Internacional de Bagdá, no Iraque.

Pentágono confirmou sua responsabilidade pela morte de Soleimani e disse que um dos objetivos do ataque foi impedir os futuros planos de ataque iranianos.


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=261390

Publicado por em jan 3 2020. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS