Ameaças crescentes: mísseis balísticos da Coreia do Norte têm cada vez maior precisão

A Coreia do Norte conseguiu aumentar a precisão dos seus mísseis balísticos com alcance até 1,3 mil quilômetros, comunica agência Yonhap citando uma fonte no governo da Coreia do Sul.

Resultado de imagem para misseis coreia do norte

A fonte acrescentou que os três mísseis balísticos testados no dia 5 de setembro alcançaram a zona de defesa aérea do Japão, tendo percorrido cerca de mil quilômetros e caído no mar em uma zona com um raio de um quilômetro, comunica a Yonhap.

Assim, o possível desvio dos mísseis da classe Nodon segundo a classificação ocidental foi inferior ao limite de 2-4 quilômetros, comunica a agência.

Segundo o interlocutor da agência, tendo os mísseis maior precisão, Pyongyang tem agora a possibilidade de “atacar bairros densamente povoados e outros alvos de concentração de pessoas”.

“É difícil prever o que poderá acontecer se tais mísseis forem equipados com ogivas nucleares ou armas bioquímicas”, acrescentou a fonte.  Na sexta-feira passada (9) Coreia do Norte anunciou a realização bem-sucedida de um novo teste nuclear. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança deste país.

sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=249775

Publicado por em set 16 2016. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS