África do Sul irá rebaixar seu status diplomático em Israel

 

Um homem de pé na frente de uma bandeira da África do Sul participa de uma manifestação por grupos pró-palestinos fora do Consulado Geral dos EUA em Sandton, Joanesburgo, África do Sul, em 14 de dezembro de 2017. (Foto da AFP)
Um homem de pé na frente de uma bandeira da África do Sul participa de uma manifestação por grupos pró-palestinos fora do Consulado Geral dos EUA em Sandton, Joanesburgo, África do Sul, em 14 de dezembro de 2017. (Foto da AFP)

A África do Sul diz que vai degradar seu status diplomático em Israel em resposta à decisão dos Estados Unidos de reconhecer Jerusalém al-Quds como a “capital” do regime de Israel.

O partido do Congresso Nacional Africano (ANC) anunciou a decisão em uma conferência em Joanesburgo na quarta-feira.

“A Conferência Nacional do ANC, o mais alto órgão de decisão da nossa organização, resolveu por unanimidade rebaixar imediata e incondicionalmente a Embaixada da África do Sul em Israel para um escritório de ligação”, afirmou o partido no poder.

O ANC disse que a resolução visava “dar expressão prática aos povos oprimidos da Palestina” e “enviará uma mensagem clara a Israel de que há um preço a pagar por seus abusos em direitos humanos e violações do direito internacional”.

A decisão da África do Sul de rebaixar seu status diplomático em Tel Aviv foi proposta na conferência de políticas do ANC em julho.

Tanto a Autoridade Palestina (PA) quanto o movimento de resistência palestino Hamas enviaram delegados para participar da abertura da conferência do ANC.

O presidente dos EUA, Donald Trump, no início deste mês, declarou que Washington estava reconhecendo Jerusalém al-Quds como a “capital” de Israel e que havia instruído sua administração para começar o processo de mover a embaixada americana de Tel Aviv para a cidade sagrada.

A mudança dramática na política de Washington em Jerusalém, Al-Quds, criou críticas feroces da comunidade internacional, incluindo os aliados ocidentais de Washington, e desencadeou protestos contra os EUA e Israel em todo o mundo.

A Assembléia Geral das Nações Unidas deve votar em uma resolução para exigir que a Trump retire sua decisão em uma “reunião de emergência” em 21 de dezembro. Os EUA vetaram uma votação em uma resolução semelhante no Conselho de Segurança da ONU na segunda-feira.

Israel reivindica todos os al-Quds de Jerusalém, mas a comunidade internacional vê o setor oriental da cidade antiga como terra ocupada e os palestinos consideram sua capital futura.

presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=257103

Publicado por em dez 21 2017. Arquivado em 4. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “África do Sul irá rebaixar seu status diplomático em Israel”

  1. Emanuel

    África do Sul já não tem mais embaixada em Israel. Perfeito!

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS