Administração dos EUA revela novas sanções para pressionar Cuba e Venezuela

 

Nesta foto de arquivo tirada em 28 de janeiro de 2019, o conselheiro de segurança nacional dos EUA, John Bolton, fala durante um briefing na Brady Briefing Room da Casa Branca em Washington, DC.  (Foto por AFP)
Nesta foto de arquivo tirada em 28 de janeiro de 2019, o conselheiro de segurança nacional dos EUA, John Bolton, fala durante um briefing na Brady Briefing Room da Casa Branca em Washington, DC. (Foto por AFP)

O conselheiro de segurança nacional dos EUA, John Bolton, anunciou uma série de novas sanções contra Cuba e Venezuela, enquanto o governo Donald Trump tenta pressionar o presidente venezuelano Nicolas Maduro e os países que o apóiam.

Bolton, em discurso a uma associação de veteranos da invasão fracassada da Baía dos Porcos em 1961, disse que os EUA acrescentam cinco nomes ligados aos serviços militares e de inteligência de Cuba à sua lista negra de sanções, incluindo a Aerogaviota.

Ele disse que Washington planejou novos limites para as remessas para Cuba e mudanças para acabar com o uso de transações que permitem que Havana contorne as sanções e obtenha acesso a divisas. Ele também anunciou novas sanções ao banco central da Venezuela para bloquear seu acesso a dólares.

“Sob esta administração, não jogamos linhas métricas de ditadores. Nós os levamos embora”, disse Bolton.

O anúncio das novas sanções aconteceu horas depois de o governo Trump ter dito que estava suspendendo uma proibição de longa data contra cidadãos norte-americanos que movem ações contra empresas estrangeiras que usam propriedades confiscadas pelo governo comunista de Cuba desde a revolução de 1959 de Fidel Castro.

A principal mudança de política, anunciada pelo secretário de Estado Mike Pompeo, poderia atrair centenas de milhares de ações judiciais no valor de dezenas de bilhões de dólares. O objetivo é intensificar a pressão sobre Havana em um momento em que Washington está exigindo o fim do apoio de Cuba ao Maduro da Venezuela.

Presstv


Nota da Redação:

Prejudiquem bastante o país, depois digam que o “ditador” está matando o povo de fome!

 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260061

Publicado por em abr 17 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS