A. Saudita ameaça construir armas nucleares se o Irã acelerar seu programa nuclear

Arábia Saudita ameaça construir armas nucleares se o Irã não
A Arábia Saudita, aliada dos EUA, reiterou que construirá uma bomba nuclear se o seu inimigo regional, o Irã, acelerar o desenvolvimento de um programa de armas. O país acolheu Washington abandonando o acordo nuclear com Teerã.

“Nós deixamos muito claro que se o Irã adquirir uma capacidade nuclear faremos tudo o que pudermos para fazer o mesmo”, disse o ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir.

“Acredito que se o Irã reiniciar seu programa de armas nucleares, além do que tem agora, isso deve acionar as provisões do snapback e fazer com que todos os outros países do P5 abandonem o acordo e voltem a impor sanções ao Irã”.

Na terça-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu parar de sustentar o fim do acordo nuclear com o Irã, um acordo que suspendeu as sanções ao Irã em troca da cooperação nuclear de Teerã. O Internacional de Energia Atômica Agência , um cão de guarda internacional a acompanhar os desenvolvimentos nucleares, havia afirmado que o Irã tem sido manter sua parte do acordo e cumprir com 2015 Plano Conjunto de Acção Global.

Soldados sauditas. © Faisal Al NasserGuerra entre Arábia Saudita e Irã pode acontecer em apenas 10-15 anos – Crown Prince

Falando à CNN, o alto funcionário saudita reduziu a ameaça feita pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman no início deste ano. O país está atualmente construindo um programa de energia nuclear para fins energéticos, embora al-Jubeir tenha indicado que poderia ser expandido para incluir um arsenal de armas.

“Apoiamos e saudamos a retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear com o Irã, apoiamos a decisão de restabelecer as sanções econômicas ao Irã e continuamos a trabalhar com nossos parceiros para tratar dos perigos” , disse ele.

As tensões no Golfo já são altas. Em março, o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, classificou o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, como o “novo Hitler”.

Em novembro passado, o ministro israelense Yuval Steinitz revelou que os temores em relação ao Irã levaram a um abrandamento das relações entre sua nação e a Arábia Saudita. Os países atualmente não têm ligações diplomáticas oficiais após o conflito árabe-israelense em 1967.

Ambos se manifestaram contra o acordo nuclear de 2015 e, antes da decisão dos EUA, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, fez uma apresentação televisionadaalegando que o Irã secretamente ocultou arquivos “incriminatórios” no desenvolvimento de armas nucleares.

RT.com


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=258241

Publicado por em Maio 10 2018. Arquivado em TÓPICO II. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “A. Saudita ameaça construir armas nucleares se o Irã acelerar seu programa nuclear”

  1. enganado

    Já imaginaram uma bombinha A nas mãos dos MAUditas??? i$$$raHell vai adorar, como se não bastassem um IRÃ armados até os dentes. Quero que se fodam os dois de mãos dadas, pois não são agora aliados??? Se o IRÃ tem bomba A, os MAUditas também, porque a TURQUIA também não terá a sua bombinha??? Esqueceram o EGITO??? i$$$raHell está apenas acendendo o forno!!! Maravilha !!! Os judeu$$$$ como sempre só fazem cagadas contra eles próprios. Vão ser burros assim lá na PQP, estão pior que a DIREITA e os MILITARES aqui no PUTEIRO. Aliás não dão tiros mais no pé, e sim nas têmporas. Êta povinho FDP, ainda mais junto com norte americanos e ingleses. E aí os ANGLO_SIONISTAS de UOXINTON ainda vão deixar estes babacas MAUDITAS com bombinhas nas mãos, e os judeu$$$$ fuderem seus negocinhos? Queridos ANGLO_SIONISTAS norte americanos, antes de tudo terminar, não se esqueçam de fuderem muito bem o ___braZiU$$$A__ da DIREITA e dos “”inteligentíssimos APÁTRIDAS MILITARES , principalmente, dU$$$ exercitU$$$ dU$$$$ __braZiU$$$A__.

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS