Judiciário do Irã: Polícia apreendeu armas dos EUA usadas em distúrbios de novembro

 

O Poder Judiciário iraniano diz que as forças de inteligência do país apreenderam armas americanas na cidade central de Isfahan, contrabandeadas para o Irã pelas fronteiras ocidentais para serem usadas nos distúrbios de novembro.

De acordo com o promotor público de Isfahan, a remessa consiste em mais de 126 armas de choque, armas de fogo e AK-47, além de 900 rodadas ao vivo.

“As armas foram importadas para o Irã das fronteiras ocidentais e foram confiscadas por membros do Ministério da Inteligência na província de Isfahan”, disse Ali Esfahani.

O funcionário do Judiciário disse que cinco pessoas foram presas por contrabando de armas e serão julgadas.

Foto de rodadas ao vivo feitas nos EUA confiscadas em Isfahan, no Irã. As autoridades dizem que as balas, juntamente com 126 armas confiscadas, foram feitas para serem usadas nos distúrbios de novembro. (Por Tasnim)

Ele também observou que os especialistas em segurança da província acreditam que as armas foram importadas para uso potencial nos recentes distúrbios no país.

O funcionário disse que os inimigos estavam planejando desencadear um conflito armado usando armas de fogo e matando civis, numa tentativa de manchar a imagem do establishment islâmico.

Foto de uma arma de fogo fabricada nos EUA confiscada junto com 125 outras armas em Isfahan, no Irã. Autoridades dizem que as armas deveriam ser usadas nos distúrbios de novembro. (Por Tasnim)

Em meados de novembro, houve uma série de protestos em várias cidades iranianas contra uma decisão do governo de aumentar os preços dos combustíveis. As reuniões inicialmente pacíficas, no entanto, caíram em violência quando elementos desordeiros – muitos deles armados – se infiltraram nos protestos, perpetrando atos de vandalismo contra propriedades públicas e privadas e abrindo fogo aleatoriamente contra todos na cena do crime.

As autoridades iranianas disseram que os infiltrados eram apoiados por países estrangeiros.

As autoridades relataram mortes entre civis e forças de segurança, mas ainda não divulgaram um número oficial sobre o número de vítimas.

Presstv

Nota da Redação:
Bem do jeitinho sujo que a CIA trabalha…!!
Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=261351

Publicado por em dez 26 2019. Arquivado em TÓPICO II. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS