Secretário do Reino Unido pede aos Estados da OTAN que aumentem os gastos militares

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, eo secretário de Defesa britânico, Michael Fallon, falam aos jornalistas durante uma conferência de imprensa em Londres, em 31 de março de 2017. (Foto da AFP)
O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, eo secretário de Defesa britânico, Michael Fallon, falam aos jornalistas durante uma conferência de imprensa em Londres, em 31 de março de 2017. (Foto da AFP)

O secretário de Defesa britânico, Michael Fallon, pediu a todos os membros da OTAN que se comprometam a aumentar os gastos militares a cada ano.

Fallon fez os comentários durante uma conferência de imprensa conjunta com seu homólogo James Mattis em Londres na sexta-feira.

“O secretário Mattis e eu concordamos que outros devem agora aumentar o seu jogo, e aqueles que não conseguem cumprir o compromisso de 2 por cento até agora devem, pelo menos, concordar com o ano em termos reais aumenta”, disse Fallon.

O ministro britânico disse que o Reino Unido e os EUA estão fornecendo tranquilidade aos seus aliados do leste europeu contra o que ele chamou de agressão russa.

Ele disse que os dois países continuam enviando tropas e equipamento militar para a Europa Oriental para este fim. Por sua parte, Mattis disse que a assistência mútua é o alicerce da aliança da OTAN.

A OTAN anunciou anteriormente que sua prioridade atual é que seus membros aumentem o montante que gastam em operações militares.

Mais cedo, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, também exortou os membros da OTAN a aumentarem seus gastos militares e a fazer mais para combater o terrorismo.

Os Estados Unidos estão exortando os aliados da OTAN a aumentarem seus gastos para o critério mínimo de dois por cento de sua produção econômica até o final do ano.

O presidente dos EUA, Donald Trump, que uma vez denunciou a aliança militar ocidental como “obsoleta”, disse que os membros da Otan devem pagar pelo apoio militar dos EUA ou confiar em seu próprio poder militar no momento da guerra.

presstv

 


Nota da Redação:

Quanta idiotice e hipocrisia nesse circo de países imperialistas, que estimulam os gastos militares com promessas de deixar a Europa segura da agressão russa; quantas e quantas companhias de armamentos não estão felizes, contando seus lucros antecipadamente?

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=254463

Publicado por em mar 31 2017. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS