Alemanha: Agressões sexuais por refugiados foram uma “invenção”

 

 

Capa do jornal sensacionalista alemão Bild Capa do jornal sensacionalista alemão Bild

A 6 de fevereiro o jornal Bild narrava como na noite de reveillon em Frankfurt um grupo de 50 homens, supostamente árabes, saíram de um abrigo para refugiados onde vivam e se dirigiram a um restaurante no centro da cidade, onde teriam assaltado e agredido sexualmente várias mulheres. A história, confirma agora a polícia alemã, é uma “invenção” sem “o mínimo de fundamento”.

Nunca foi apresentada nenhuma queixa à polícia, mas o jornal que publicou em primeira mão o relato baseou-se no testemunho de duas pessoas, o chef do restaurante e uma mulher de 27 anos, que afinal nem estava na cidade nessa noite.

A reportagem foi republicada em diversos outros meios de comunicação e blogues, entre os quais o Breitbart News, o site de extrema direita que até recentemente era gerido por Steve Bannon e que entretanto foi nomeado conselheiro de Donald Trump. O editor do jornal Bild já pediu desculpas nas redes sociais.

Esquerda.net


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253348

Publicado por em fev 17 2017. Arquivado em 4. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Alemanha: Agressões sexuais por refugiados foram uma “invenção””

  1. enganado

    Pena que não comeram o cxzinho da MERKEL. Taí acho que ela gostar, porque quem fica de (4) quatro para os ANGLO-SIONISTAS é porque está querendo alguma coisa no traseiro. Alemanha_oCÚpada desde 08.mai.1945.

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS