Iêmen possui dez mil mortos em dois anos de conflitos

 

 

Uma coligação de países árabes liderada pela Arábia Saudita iniciou, em março de 2015, uma campanha militar contra uma das facções iemenitas que disputa o poder. No decurso da agressão, os sauditas, que gozam do apoio diplomático e logístico dos EUA na iniciativa, têm sido acusados de diversos crimes, entre os quais ataques aéreos indiscriminados e uso de armamento proibido, caso das bombas de fragmentação.

No dia 11, a UNICEF divulgou que ao menos 1400 crianças foram mortas no conflito que opõe as milícias hutis e as forças pró-sauditas. Mais de 2140 menores, segundo os cálculos oficiais, resultaram feridos e duas mil escolas foram destruídas ou inutilizadas em todo o território.

Jornal Avante


Nota da Redação:

Esses acontecimentos obscuros e criminosos no Oriente Médio, que os EUA apoiam e financiam, não aparecem nas resenhas que a mídia fez e ainda está fazendo do ex-presidente Nobel da Paz, Obama!

 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=252878

Publicado por em jan 23 2017. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS